29 setembro, 2006

auto-gerada



Tudo o que é faz-se a si mesmo.
O Universo auto-gerou-se, uma borboleta criou-se a si própria e eu repliquei-me, formei-me e gestei-me no útero da minha mãe-fonte que alimentou a minha intenção de nascer. Cresci... tornei-me eu mesma , maior. Eu fiz-me a mim própria. Para isso não foi preciso nenhum esforço suplementar ou um investimento acrescido de energia. Curiosamente, e paradoxalmente, o ser humano esforça-se tanto para "ser alguém na vida" - Não é já?!... Não é sempre alguém?!

O processo da auto-geração é uma manifestação espontânea da Natureza intrínseca daquilo que é. Posso não saber resolver uma equação matemática, desconhecer as leis da física ou o que são células estaminais, mas soube aplicar tudo isso na feitura de mim mesma... soube criar-me a mim mesma, tal como todos nós sabemos.

A ciência pode explicar como ocorre o fenómeno, mas a ocorrência em si mesma é ultrapassada pelo próprio processo - a ciência não faz o fenómeno. Cada borboleta, cada árvore, cada gota de água ou partícula do Universo é uma manifestação daquilo que soube criar-se a si próprio, único e irrepetível.

Todos e cada um de nós é uma manifestação da sabedoria da Vida. Todos e cada um de nós é um fenómeno extraodinário, tão fantástico e mágico como o próprio Universo. Todos e cada um nós é um milagre.

Tocar Deus é ser Deus.

11 comentários:

greentea disse...

Todos e cada um de nós é uma manifestação da sabedoria da Vida. Todos e cada um de nós é um fenómeno extraodinário, tão fantástico e mágico como o próprio Universo. Todos e cada um nós é um milagre

bastava que nos lembrassemos disto dia a dia ...

muitos beijos e saudades ...

desinteressada disse...

Olá

Bom regresso amiga...talvez ainda volte, mas não estou muito inspirada.

De momento deixo-te um beijo, já tinha saudades...

Jardineira aprendiz disse...

Subscrevo o que disse a Greentea. Era tão mais fácil se não fossemos tão complicados!
Também subscrevo as saudades, fazes falta por estas bandas!
Beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Ora ai esta uma maneira de ver as coisas ue nunca tinha pensada.Realmente todos nós temos a ensinar qualquer coisa ao outro...Cabe lhe a ele e a nós ter a humildade de aprender e querer partilhar...

todos nós temos Deus...

MiaHari disse...

Olá sa.ra,

Gostei muito deste texto!
Beijinho.

Anónimo disse...

aplausos a uma expressão digna de uma vivência sincera de vida.

risocordetejo disse...

OLá amiga! Foi bom o passeio, por aqui... e o outro! Reconheci-te não sei de onde, não sei de quando. Obrigada à I pela suave ponte! vamos lá ao mar, as três?
Um abraço
R

bettips disse...

Viva! Vim aqui encher-me daquela sabedoria que nos dás.Anima repartes. Abç

João Barbosa disse...

como será tocar Deus? é bonito o que escreves

Isabel José António disse...

Bom dia Sa.ra!

Já tinha saudades. Mas após, parcial resolução do nosso aparelho informático e do seu problema de saúde, pelo menos já se podem fazer comentários.

Este texto é muito importante! Por TUDO e por NADA.

A Física (na sua versão quântica das partículas subatómicas) está a chegar à conclusão de que algo só é "aquilo que é" em função da interconexão com outro "algo"!

Ora para se ser algo, e se poder interagir com outro algo, primeiro é preciso SER! Logo este teu texto toca no lado oculto, profundíssimo da vida e naquilo que dá origem a tudo o que existe.

Tocar Deus, ou a Essência, ou o seu perpétuo movimento, é sentir dentro de si mesmo, todos os seus pontos energéticos, vibrarem no mesmo comprimento de onda a que vibra todo o Universo.É entrar na "onda" do amor universal, fraterno e lúcido.

Se parássemos todos, por intante que fosse, e pudessemos ver que tudo está ligado a tudo...

A propósito deste texto, queria deixar uma dica para, se quiseres, saber que existe.

Trata-se de um livro.

- Editora: ÉSQUILO
- Título: "Nós, a Partícula e o Universo" - A Física Quântica despoleta uma nova visão da ciência, mais holística e espiritual.
- Autor: Basarab Nicolescu (Físico)

Talvez te aconteça como eu! Em certas passagens ficar com "pele de galinha" devido a tantas semelhanças com aquela sabedoria oculta, milenar...

Um abraço

José António

estrela do mar disse...

ola tudo bem??
Que saudades!!
ja tenho 2posts novos vai la ver se quisseres...
bjs