26 abril, 2007

desafio


foto retirada daqui
Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.

Madre Teresa de Calcutá

24 comentários:

bono_poetry disse...

ola...tanto tempo...merecia um castigo...
mas tento colmatar tal ausencia...
com um apelo...que as flores de primavera...se aproximem perto de ti...e te deixem gozar as varias fragancias......que um sorriso aqui te consiga transportar...um beijo.

greentea disse...

é mesmo um grande desafio!!!!
quem sabe onde nos poderá levar ??

estou à pressa agora e fiquei pensar como determinada pessoa se poderia sentir melhor depois de falar comigo agora, supondo que eu tinha acabado de saber que é um pedófilo

um beijo para ti
e fica-te o desafio de seleccionares +5...

Ana disse...

Obrigada pela visita ;)

=**

Teresa Durães disse...

sabes?
deves saber, claro. que nem todos o querem, que uns usam os outros. que as frases passam a cassete de tantas vezes repetidas.
sabes?
deves saber, claro. que estamos. e os outros sabem. os que por nós passam. À distância de um telefonema, de um toque de campainha. De um abraço.
e como deves saber cada um tem o seu tempo. tempo que lhes é dado. nem todos estão preparados.
estamos. aqui. à distância de quem quer. mas o acto. o acto. não poder ser nosso o primeiro passo.
até a felicidade tem de ser compreendida como conquista de cada um.

beijos linda

LARA disse...

És empre lindissima sa.ra.
Parabéns
Beijinho

sa.ra disse...

sei Teresa!

"a felicidade tem de ser compreendida como conquista de cada um"

sei!
concordo!

mas ser feliz é tão diferente de ser contente, de ser satifeito!

a felicidde, acho, é um exemplo - o "dar o exemplo"!

vale mais que mil palavras, tratados, explicações, conselhos...


é para viver! a felicidade vive-se, pratica-se... ser feliz é praticar a felicidade, acho!

não me parece que seja uma coisa que chega um dia e que abala no outro...

acho que sabes... pois é uma coisa solitária, inteira, mas partilhável... pelo exemplo, não pela doutrina...

hihihiih! confuso?

beijos!

dia muito feliz!

sa.ra disse...

Greentea,


se é!

mas uma coisa é a pessoa e outra as suas atitudes...

é melhor pensar que se fazem mal a si próprios e/ou aos outros não é porque "más" pessoas, é porque não SABEM ser de outra forma ... ainda!

mas que não é fácil não é!

beijo

sa.ra disse...

obrigada Lara!

bejinho para ti!

sa.ra disse...

bono-poetry,

bom ter-te por cá!

obrigada
beijo!

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Olá Sa.ra!

Bem... que frase mais bonita... já a tinha ouvido mas talves agora entenda melhor a sua essencia!

Deveriamos tentar fazer sempre isto..
Já imaginaste como seria o mundo assim?

=^.^=

sa.ra disse...

Tarina,

tu fazes sempre isso no teu blog e em cada visita que fazes! és um excelente exemplo disso!

beijoca

Jardineira aprendiz disse...

Esta frase és tu!
:o)
(sem cola para obstruir o descernimento!)

Beijinho

david santos disse...

Olá, Ma.ra!
O teu trabalho diz bem a verdade daquilo como devíamos ser. Mas, infelizmente, o homem não presta. O homem só olha para o seu ego e só sabe fazer mal.
Dizes que tenho muitos comentários. É verdade. Contudo, eu não sou melhor que os outros. Não passo de um poeta dos mais patetas que existem. Ás vezes fazemos coisas que adoramos, pensando vir a ser uma grande coisa, mas sai tudo errado. Por vezes aquilo que menos gostamos, os outros gostam. Por isso, os muitos comentários não querem dizer nada... também tenho a sorte de ser visitado por muitos estrangeiros. Tu tens aqui um trabalho que devia ser visto por todo o mundo. Sem dúvida, muito melhor do que aquilo que eu faço. Por isso, tu és espectacular! Os comentários, a verdade é que são necessários, mas os trabalhos é que são importantes, não estou a dizer que os comentadores não o sejam, e o teu é muito importante. Só uma pessoa muito inteligente, se lembraria de fazer um trabalho como o que aqui nos apresentas. Parabéns.
Ah, queria-te informar, e se possível passa a palavra, que anda por aí um pirata blogueiro a seguir os meus comentários por todo o mundo e a deixar palavras obscenas. A fazer-me mal, claro.
Ele já está descoberto. A Voz do Povo relata este pirata, mas, a verdade, é que já não tenho vontade de fazer nada. Estou derrotado! Ainda vou ver se ganho coragem para fazer hoje uma postagem, mas estou de rastos. Eu que sou um velho que nunca fiz nem faço mal a ninguém.
Abraços.

raquel disse...

mais um frase simples, curta e tão intensa. acredito tanto nisso. tanto. suspiros.
beijos mil

avelana disse...

deviamos tb tentar isso com os blogs...

hoje (como em muitos outros dias) senti-me melhor ao sair!!

Um beijo e bom fim de semana

Isabel José António disse...

Querida Amiga Sa.ra,

O Ser que consegue fazer aquilo que Madre Teresa de calcutá diz naquela frase, já percorreu imenso caminho. Já emite luz quando quer. Ou então, se está um pouco mais recuado, tenta ter essa postura na sua vida diária.

À tua volta espalha o amor
A este, àquele e mais além
Põr o teu sorriso, uma flôr
Nunca te nhos de lado ou àquem

Tu sabes: Tudo o que fazes
Inscreve-se no Universo e tem
Seu retorno, ainda que por fases
Mas é certo e sabido:Um dia vem

Semeia o que queres colher
A vida, a compaixão, a alegria
Não importa ser homem ou mulher
Tenta ser mestre nesta magia

E verás, não sem algum espanto
Que tudo começa a acontecer
Em todo o lado em qualquer canto
Tu podes comerçar a ver...a SER

Um grande abraço

Muitos parabéns por tão bonito post.

José António

Isabel José António disse...

Querida Amiga Sa.ra,

Peço desculpa mas o poema saíu-me de sopetão e nem para ele olhei e contém algumas gralhas.

Este coment serve só para o rectificar devidamente:

SEMENTEIRA

À tua volta espalha o amor
A este, àquele e mais além
Põe um sorriso, uma flôr
Nunca te ponhas de lado ou àquem

Tu sabes: Tudo o que fazes
Inscreve-se no Universo e tem
Seu retorno, ainda que por fases
Mas é certo e sabido:Um dia vem

Semeia o que queres colher
A vida, a compaixão, a alegria
Não importa ser homem ou mulher
Tenta ser mestre nesta magia

E verás, não sem algum espanto
Que tudo começa a acontecer
Em todo o lado em qualquer canto
Tu podes começar a ver...a SER

Lisboa, 27/04/2007
00,23 horas

José António

avelana disse...

não percebo o que queres dizer com o comment de vaga corrosiva ???

sa.ra disse...

José António,

Obrigada!

beijinho
dia muito feliz

sa.ra disse...

Avelana,

Devia ser uma prática de todos os dias, em todo o lugar, inclusive, connosco próprios!

Não tem nada que ver com ser "bonzinho"! Afinal, todos nós nos confrontamos inevitavelmente com situações desagradáveis, que exigem resposta (ou não).

Mas o direito e legitimidade que nos assiste a aborrecermo-nos nada tem que ver como a forma COMO materalizamos o nosso desagrado, aborrecimento ou zanga até...

é um desafio por isso...

beijinho
bom fim-de-semana

sa.ra disse...

Eu também Raquel!
:)
beijo
bom fim-de-semana!!!!

sa.ra disse...

Jardineira aprendiz,

Agora vê lá se não te zangas com o que está acima!!!


hihihihiih!

beijo
bom fim-de-semana!

Imhotep disse...

...ou se não for possível, manter "nobre silencio" :-)

Mandei esta para várias pessoas. Talvez não sirva do muito. Como é que se explica que sentir uma coisa tão simples resolve tudo?

bettips disse...

Exactamente como sinto ao vir aqui, ver e ser vista. Alegria que recebo e vocês me dizem que dou! Beijinhos querida sa.ra!