08 outubro, 2008

Eu outono



tu outonas

ela outona

nós outonamos

vós outonais

elas outonam... outra vez.

É tempo de recolhimento.

5 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

Mas já sabes que de vez em quando viemos espreitar o teu soninho ;)

Beijinhos!

ISABEL Mar disse...

"Uma névoa de Outono o ar raro vela,
Cores de meia-cor pairam no céu.
O que indistintamente se revela,
Árvores, casas, montes, nada é meu.

Sim, vejo-o, e pela vista sou seu dono.
Sim, sinto-o eu pelo coração, o como.
Mas entre mim e ver há um grande sono.
De sentir é só a janela a que eu assomo.

Amanhã, se estiver um dia igual,
Mas se for outro, porque é amanhã,
Terei outra verdade, universal,
E será como esta"
Fernando Pessoa
Tem um feliz Outono, com mta luz
bjs
isabel

Mofina Mendes disse...

Não podemos hibernar, por isso, sopremos as folhas que nos cobrem o cansaço e levantemos-nos.

Philia disse...

Olá,
Somos um blogue de muuuiiito sentimento.
Aguardamos a tua visita.
Até lá,
xD

Azoth disse...

Caminhando a passos largos para o Sol da Meia-Noite.