19 outubro, 2008

Até sempre



Obrigada

9 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

:'(

João Soares disse...

Olá Edite
Desejo que prossigas os teus projectos, certo que serão igualmente autênticos como foi o Soukha.Obrigado.
Um abraço

Mofina Mendes disse...

Tenho pena, mas... Obrigada pela amizade e pela Luz!


Abraço grande

bettips disse...

Um pequeno pardal sorri.
Humilde como o são os pardais.
Presentes em todos os sítios.
Da memória.
Da cidade. Humanizando-a.
***

Bjinho

João Barbosa disse...

oh. fiquei triste

alexandre disse...

Nos artrópodes (insectos, etc) existe um exosqueleto que lhes serve de protecção para os frágeis orgãos internos, suporte para os músculos, e manutenção do nível de água no corpo. É um mecanismo da natureza muito resistente contra predadores e choques, num mundo densamente grande e perigoso.
Contudo, o exosqueleto configura-se como factor muito limitante ao crescimento dos animais, pelo que precisam de realizar a «ecdise», o processo no qual o animal deixa o seu exosqueleto para aumentar de tamanho. Acontece, por vezes, também, uma mudança da forma durante a muda, a que se chama metamorfose. Se não fossem estes processos evolutivos, o exosqueleto seria como uma jaula - protegeria o animal do exterior, mas não permitiria a liberdade do seu crescimento, e ele definharia.

Toda uma metáfora humana está contida no exosqueleto dos insectos. E, quando necessário, é obrigatório despi-lo para se conseguir crescer.

Edite, foi um prazer conhecer-te. Agora estou maior, mas ainda vejo a beleza das pedras pequenas de um riacho. E foi isso que nos fez cruzar caminho. Bom resto de vida!

(nada termina, tudo se renova)

ordePadamaR disse...

"Farewell now my sister
Up ahead there lies your road
And your conscience walks beside you
It's the best friend you will ever know
And the past is now your future
It bears witness to your soul
Make sure that the love you offer up
Does not fall on barren soil."

Anónimo disse...

segue o teu caminho, tal como eu segui o meu. Foi bom conhecer-te!

beijos

João (Avusa)

bettips disse...

Mas tenho saudades, lá isso tenho!
Bjinho a vós.