13 fevereiro, 2007

cartas de amor



Embora o Tarot seja conhecido como um jogo de adivinhação, o seu signficado e origem apontam para um sentido muito mais profundo e interessante.

O Tarot desenha o caminho. É um código que esconde e revela as peripécias e etapas daquele que busca encontrar-se a si próprio e elevar-se através da experiência da vida. Foi um dos instrumentos desenvolvido pelos antigos alquimistas. Trabalharam em segredo e mantiveram cifrado o processo alquímico, também assim, nas ilustrações que compõem os Arcanos Maiores.
A alquimia, difundida tanto no Ocidente, quanto no Oriente, deve a sua expansão, julga-se, a Hermes Trimegisto, o sábio egípcio, cujo nome significa "Três vezes o grande" e que remete, à primeira vista, para Hermes, deus grego da sabedoria e mensageiro dos deuses. Mas o nome Hermes tem sede no Egipto, onde o deus que representava esse arquétipo era Thot, o escriba divino, inventor dos hieróglifos (a escrita divina, mensagem dos deuses) e deus da sabedoria universal, detentor dos segredos do universo. Hermes Trimegisto revelou os segredos da alquimia, sem no entanto expôr, de facto, os segredos da Arte.

O termo alquimia, julga-se, deriva da palavra Kémia, cujo significado remete para as terras negras e férteis do antigo Egipto, e para a expressão "abertura do coração", pois o caminho e processo alquímico é isso mesmo: abrir o coração, penetrar nas profundezas da matéria, trabalhá-la, sujeitá-la às mais duras transformações para, no fim, extrair dela o mais puro e sublime dos valores: o ouro.
O Tarot conta essa aventura passo a passo, o percurso do homem que busca em si mesmo o ouro interior - a sua imortalidade, a sua riqueza, pureza e brilho mais puros.
As cartas são mensagens fechadas, hermeticamente fechadas. São símbolos que só se abrem àqueles que procuram genuinamente. Desde sempre e ainda hoje continuam protegidas do olhar impuro - do olhar que não vê com pureza.
As cartas do Tarot são verdadeiras cartas de amor, desenhos que inspiram a busca e instigam a alma a percorrer e decifrar os segredos e mistérios da existência.

Entretanto, muitos e novos jogos de Tarot têm sido criados e recriados.
A filosofia é a mesma.
Recebi hoje uma prenda de Sol de Domingo - cartas de amor, como lhe chamo.
São muito bonitas e inspiradoras. Obrigada.

14 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Bonito.

bjos

Jonice disse...

Os oráculos funcionam como amplificadores para podermos ouvir a voz de nossa própria alma. Gostei muito do escreveste aqui.
Beijinho

João Barbosa disse...

Gosto de jogar às cartas com a sorte e com o destino ;-)

wicky disse...

está lindo o teu texto e estas cartas são tb lindissimas !
Espero que a tiragem seja realmente pertinente , como tu dizes, embora seja uma análise simplista que se pode aprofundar sob diversas formas . É muito interessante por exemplo analisar através dos chakras.
É uma coisa que de facto gosto de fazer, embora só o faça em certas situaçoes e para determinadas pessoas, tem de se sentir ""
Um beijo e um caminho de LUA vestida de SOL, como diz o alquimista...

greentea disse...

pois hoje tenho lenços de amor...
mas tb gosto de cartas de amor e de leitura s de cartas .

Tenho de ir ver se essa tal wiccky também me lê a sina...

Estas tuas cartas são lindissimas e o post tb, pois vai bem ao fundo das leituras de cartas que não ´+e qualquer pessoa que faz. E um dom!

Beijos para ti

bettips disse...

Fascinante! A última tem muito a ver contigo...raiz da água. Ficaste melhor, com esse "Sol" que te mandaram. Bjinho

Jardineira aprendiz disse...

Muito interessante a tua perspectiva! Muito mais do que a visão um pouco negativa que tenho do tarot! Um dia conto-te, com mais tempo!
Deixei-te um mail que já era para ter enviado há tempo (a velha guerra com o tempo!)
Beijinhos

bettips disse...

Porque Amizade é forma de amor e amigos-traços e laços. Bjinho

Avusa disse...

interessante…

Tem um dia muito feliz

Arauto da Ria disse...

Uma casa linda que descobri hoje, mas que no futuro virei visitar muitas vezes.
Parabens.
Boa noite.

veritas disse...

Esse assunto já me apaixonou imenso. Cheguei a coleccionar vários naipes. Desde o egípcio, ao dos ciganos, passando por um que circulou durante a revolução francesa. Comprei também muitos livros explicativos. O Tarot dá conselhos,ensinamentos, deve ser interpretado com inteligência e bom senso. Não deve ser banalizado como muitos fazem como mero instrumento de adivinhação, deve ser respeitado pelos seus conselhos, tal como o I Ching.

Bom fim-de-semana.

sa.ra disse...

Veritas,

concordo contigo!
o Tarot, na minha opinião é uma ferrmanta de apoio, não um lotaria de soluções!
aponta direcções, levanta questões... instiga à reflexão...não é uma receita para o futuro... um seguro para as dúvidas!
são pistas, sinais de alerta, chamdas de atenção, indicadores "do que há para fazer, para trabalhar"...

Tenho 2 baralhos... quase não abro... cheguei à conclusão que a própria vida nos rodeia de situções, pessoas, coisas que trazem a "mensagem"...
é melhor ficar atento à vida, as detalhes, aos sinais...
Gosto de Tarots... gosto muito! são livros!
mas a vida não se prende nos livros, a vida aprende-se na vida!

os livros, como as cartas só dão pistas... acordam-nos de sonos profundos... mas a vida nunca deixa de fazê-lo, sempre!

beijo!
obrigada pela visita!
dia mt feliz!

Tarot disse...

Tarot on-line a sério!

LARA disse...

Texto Bonito

Se leres a palavra Tarô ao contrário aparece Rota.

um inimigo dos rosacruzes escreveu no passado um texto curioso que transcrevo.
"Alegam que possuem um volume no qual podem aprender tudo o que está nos outros livros.É pela posse desse volume que acham o protótipo de tudo de tudo o que existe, pela facilidade de analisar, fazer abstracções, formar uma espécie de mundo intelectual e criar todos os seres possiveis"
Na verdade o Tarô é um livro espantoso.

Bom post.

beijinho