15 março, 2006

alimentar a criança


ilustração: http://www.aumania.it/fantasyart.html

Era uma vez, há muito, muito tempo um reino que ficava numa floresta encantada. Era um reino onde todos eram felizes. O rei governava bem e todos estavam satisfeitos. A causa da felicidade daquele reino era a fonte. A água era mágica. Todos bebiam dali, da água que garantia a harmonia do pequeno país.
Um dia, uma bruxa que vivia na floresta, farta de ver tanta felicidade, revolveu envenenar a água da fonte.
O rei foi o primeiro a beber e ficou imediatamente louco. Os habitantes do reino estranharam o comportamento do rei e, como atentava contra a harmonia a que estavam habituados, decidiram expulsá-lo.

Entretanto, um após outro, todos beberam da água e todos enlouqueceram. Por fim, quando todos os habitantes ficaram loucos decidiram procurar o rei, para trazê-lo de volta. O rei estava curado; finalmente tinha recuperado o juízo.

6 comentários:

greentea disse...

e tanta vez que nos acontece bebermos da água envenenada pela bruxa...
lindo texto o teu sa.ra
bjs

isabel disse...

Será amiga que ainda falta muito para todos bebermos dessa água e se perceber que, afinal, não somos loucos???
A água funciona na história como a árvore do conhecimento ou a árvore do bem e do mal na bíblia. E fala também das utopias, utópicos são os primeiros que bebem...
Que a paz te sirva de abrigo
A Lua

maat disse...

paz profunda,
sa.Ra.


bj,

***maat

Maria Costa disse...

sa.ra, este texto nem necessita de comentário.

dia feliz.
beijinho.

Micaeerton disse...

Da Relatividade dos Julgamentos até à Lei dos Semelhantes.

Rui @t Blog disse...

Vim aqui por acaso, e acho este post absolutamente divinal.
Parabéns.