22 março, 2006

aguar

Hoje, Dia Internacional da Água
conjugo o Verbo

Eu aguo


Tu aguas



Ela agua

Nós (des)aguamos... aqui

11 comentários:

Desambientado disse...

Apenas 1% da água doce é potável, por isso tenho dificuldade em desaguar água imprópria para consumo.

Vale a pena chamar a atenção para este dia.

sa.ra disse...

bom dia Desambientado!
apesar de todos os problemas associados à água (que são muito muito relevantes, mas também reveladores do comportamento humano)... esta conjugação do Verbo "Aguar" serve para reflectir a minha visão da água...
a Água não é um "isso"... é EU... porque Eu sou Água... Eu sou Terra... também sou Ar e também sou Sol... isto não tem nada de mistico, ném é uma abstracção... é um facto concreto da nossa composição. Grande parte da "insensibilidade" ao outro, seja o outro a Terra, outras espécies, um rio ou uma montanha, tem que ver com o facto de não percebermos que Somos de facto aquilo tudo isso e que não reconhecemos como "nós"... como "eu"... atira-se para longe... como um "isso" ou "issos"...
Isto acontece de forma muito clara, inclusive, na forma como a ciência aborda os Objectos de investigação - são isso... as células são isso... fala-se delas como se existissem fora de nós... ou como se fossem partes isoladas... São inteiras sim, mas estão integradas... são Eu!
lamentavelmente não sou Eu que o médico vê quando estou doente... o que ele vê é um orgão doente... um "isso"... ouve-se: "ora bem... segue para o bloco a "infecção X", logo de pois de concluir o diagnóstico desta "febre" ... e já agora veja lá o que se passa com a "obstrução" da cama 145"... Ai! Eu sou muito mais, e por acaso qd estou doente,integro em mim um órgão doente que é também parte do Eu...
beijinhos!
um dia muito feliz!

Anónimo disse...

Não poderia deixar passar em claro este post.
Este blog é todo ele pura inspiração, mas sem duvida ,"aguar" nunca mais voltou a ser visto como era, depois deste post.
Obrigado por nos deliciares com esta prenda...
Eu percebi finalmente o "verbo" aguar,então aguamos todos...
bjs
JP

sa.ra disse...

"No princípio era o Verbo..."
A palavras Cria... e o Coração sente!
Beijinhos!
obrigada,
um dia feliz querido!

aprendiz de viajante disse...

Tens tantos posts giros que nem sabia qual comentar!

Gostei de passar por aqui.
Um bjo e bom fds

Isabel José António disse...

Se a água é fonte de vida
Se a vida é tudo o que existe
Deveríamos dar-lhe guarida
Para que a vida persistisse

Se eu águo, tu águas e ele água
Deveríamos também mergulhar
No presente sem nenhuma mágoa
Para a água sempre refrescar

Beijinhos e parabéns pela inspiração sua, e a que transparece no blog

Fiquei com vontade de vir mais vezes.

José António

Desambientado disse...

Sa.ra

As tuas respostas são cheias de energia, cheias de valores, cheias de vigor e de certezas.

Faz-nos bem encontrar alguém assim.

sa.ra disse...

Isabel e José Antório,

benvindos, obrigada pela vossa visita... e palavras

"Se eu águo, tu águas e ele água
Deveríamos também mergulhar
No presente sem nenhuma mágoa
Para a água sempre refrescar"

:) é isso que a água também faz em nós... dentro e fora de nós... nutre e purifica... Serve-nos diariamente de ambas as formas... e repetindo a velha máxima alquímica - em baixo como em cima - a água (material) que hidrata e limpa o nosso corpo (dentro e fora), não é diferente da Água que que nos purifica e fecunda a Terra da nosso Espírito!
Beijinhos!
um dia feliz!

sa.ra disse...

Olá Felix...(desambientado),
não te parece que um investigador que olhe para o ADN deveria perceber a imensa Sabedoria que reside em nós... de que não se trata de um "isso"... mas de um EU/Nós... não é desconcertante que sejam precisos centenas de engenheiros para tentar criar um robot humano (e estão longe... de conseguir)... quando, um "simples" homem e mulher podem CRIAR, sem esorço, outro ser, tão fabuloso!
Não será tempo de compreender que existe uma Maravilha em nós... em qualquer forma de vida e que isso é Admirável!
Não será tempo de começar a ligar o saber racional e objectivo (hemisfério cerebral direito) com o sentir, a subjectividade, criatividade e intuição (hemisfério cerebral esquerdo)?
Não será tempo de voltar a juntar o que foi fragmantado - Razão e Sentidos, Ciência e Espiritualidade, Corpo e Alma!
Não será tempo de perceber que além de um organismo fantástico, há algo absolutamente extraordinário na Inteligência que nos move e que isso não pode ser reduzido apenas a reacções químicas na rede neuroral?
que te parece? :)
Beijinhos,
dia feliz!

Desambientado disse...

Sa.ra

Um investigador que olhe para o ADN, perceberá a riqueza que contem um único e simples gene. Verá que a diferença entre o homem e um verme é mínima. Verá que a grande diversidade de vida neste planeta se deve a pequenos nadas de diferença.
Um investigador que olhe, com olhos de ver para o ADN humano, verificará, como dizes, a imensa sabedoria que tal "estrutura" encerra.
Somos o que somos, e talvez haja razão para sermos, a mais da própria razão, espiritualidade, corpo e alma.
Sem sentidos jamais seríamos inteligentes, sem alma jamais teríamos forças para investigar, sem espiritualidade jamais teríamos esperança de encontra algo de novo.
O Homem é: Uno e múltiplo no que respeita ao ser e ao entendimento desse próprio ser.

Nunca mais saíria daqui com tão boas e brilhantes questões.

sa.ra disse...

Desambientado,


Estamos a caminho! estamos a caminho então!

porque acredito que, a seguir a esta era da Informação... avançamos para a do Conhecimento e um dia chegaremos à era da Sabedoria... porque, já estivemos tão perto... mas também já estivemos mais longe!

beijos!
o teu comentário foi uma copo de água!
obrigada!