28 março, 2006

faz falta

faz (me) mesmo falta...

dormir
descansar

faz (me) mesmo falta...

parar

14 comentários:

Jorge Moreira disse...

Faz parte do ciclo... os Pralayas e os Manvantaras.
Beijinhos e bom descanço.

sa.ra disse...

Pois faz Jorge! :)

"os Pralayas e os Manvantaras", o que são?

obrigada!
beijos!

Jardineira aprendiz disse...

Pois é Sa.ra se nós pudessemos seguir os ritmos naturais podiamos descansar quando tivessemos necessidade. Mas esse é um luxo que a maioria de nós não tem! As minhas formandas, que são de uma zona rural onde ainda se conserva uma certa sabedoria tradicional, dizem que é o 'rebentar da folha' e é verdade que a Primavera é bonita mas também nos deixa mais cansados e stressados. E a mudança da hora também não ajuda nada! Se calhar não te consola, mas olha por aqui queixo-me (e não só eu) da mesma coisa!
(Por isso também os blogs são um pouquito mais abandonados.)
Beijos e um bom descanso :)

Maria Costa disse...

descanse, sobre a pedra branca...

beijinhos.

Isabel José António disse...

Cara amiga Sa.ra

Nós podemos parar, literalmente falando, a qualquer hora, a qualquer momento. Podemos, no autocarro, no WC, a cozinhar, a passar a ferro, 5 minutos antes de nos deitarmos, numa pequena pausa, fechar momentaneamente os olhos e parar. Encher o peito de ar, respirar profundamente e deixar que o prana imortal nos penetre em todo o SER, transformando-nos de alto a baixo.

Saímos renovados, prontos para outra e com um sorriso (não de patetice) de serenidade, do outro lado da pausa.

Experimente.

Não deixes que a tarefas diárias
Te desviem da tua própria Natureza
Existem mil e uma maneiras, várias
De encontrarestoda a tua grandeza

Um abraço

José António

aprendiz de viajante disse...

óh sa.ra que lindoooooooooooooooooooo!!! E é mesmo o que eu preciso...

Gosto muito deste teu espaço... vou-te linkar (esta semana quando tiver mais um tempinho)...

Bjo

greentea disse...

há dias assim...

e outros dias não assim...

por isso o devaneio é bom

o deambular pelas ruas
pelo mundo fora

num extase de sonho

que , esse, ninguém pode conter.

Um beijo grande! como o sonho.

sa.ra disse...

olá Jardineira Aprendiz!
as tuas formandas têm toda a razão... todos os anos no "rebentar da folha", sinto este cansaço... mas, a coisa boa disto, é que é imediatamente antes de florir!
Beijinhos!
obrigada!
tem um dia feliz!

sa.ra disse...

querida Greentea,
quem não dorme não sonha, não é?
:)
beijinhos e outro grande beijo para ti!
um dia muito feliz!

sa.ra disse...

olá José António!
sábias palavras essas! obrigada!
mas, há alturas de facto, em que a necessidade de "retiro" se impõe mesmo como um imperativo de retirada... não para escapar ao Mundo, mas para ficar a sós consigo próprio!


"Não deixes que a tarefas diárias
Te desviem da tua própria Natureza
Existem mil e uma maneiras, várias
De encontrarestoda a tua grandeza"

obrigada por isto!
:)
um dia muito, muito feliz!

sa.ra disse...

Maria do Céu...
vinha a pensar na Pedra...
:)
a correlação nesta teia inteligente é deslumbrante!
beijinhos!
um dia feliz!

sa.ra disse...

Olá Wicca!
gosto muito do teu nome... devo-lhe especial reverência ... está tatuado na trilha de encontros que me trouxe até aqui!
:)
beijos!
e um dia muito feliz!

Desambientado disse...

Faz mesmo falta, ver alguém dormir assim.

Lindo.

Natureza disse...

Olá. Eu também senti q faz falta a minha paz...
Muito obrigado por comentar o meu blog e "link-me".
Beijos.